feed facebook

Pesquisa









PARCEIROS




Certificação Energética de Edifícios

Miminho aos Avós

Plano de contingência da Miminho aos Avós previne a segurançade clientes e colaboradores

Miminho aos Avós implementou um plano de contingência para fazer face ao COVID-19. A marca está a seguir as medidas recomendadas pela OMS no atendimento em loja, higiene e desinfeção dos espaços,Serviços de Apoio Domiciliário e entregas ao domicílio.

Face à pandemia mundial do COVID-19, a Miminho aos Avós tem vindoa desenvolver e implementar um conjunto de regras e diretrizes que são seguidas por todos os colaboradores da Marca.

Entre as medidas implementadas, estão a lotação de apenas um cliente por loja, esperando os restantes no exterior dos espaços. O uso obrigatório de luvas para contacto físico com os clientes e a desinfeção das mãos, equipamentos de multibanco e todos os objetos manuseados pelos clientes antes da entrada do cliente seguinte são outras das diretrizes adotadas pelo grupo.

O Serviço de Apoio Domiciliário mereceu especial cuidado por parte dos responsáveis, tendo sido implementados o uso de equipamentos individuais de proteção e reforçadas as medidas de higienização dos espaços e equipamentos utilizados nos apoios prestados diariamente. 

Além destas medidas, as unidades da Miminho aos Avós reforçaram as entregas ao domicílio, bem como, os apoios de caris domiciliar, de forma a garantir ajuda diária a todos os clientes que a solicitarem. “Épocas excecionais exigem medidas excecionais e a Miminho aos Avós não ficou indiferente à segurança dos seus funcionários e clientes.

Desde o início desta pandemia mundial que temos delineado um conjunto de ‘regras’ fundamentais para que possamos garantir que continuamos a prestar apoio diário a um dos grandes grupos de risco. As nossas medidas têm vindo a resultar. Posso, assim, afirmar que hoje, mais do que nunca, somos a outra mão das famílias portuguesas”, garante o franchisador da Miminho aos Avós, Rui Francisco.